Fotossíntese – documentário

Sabe-se atualmente que as plantas produzem seu próprio alimento a partir de energia luminosa e de substâncias simples obtidas no ambiente: gás carbônico (CO2) e água (H2O). Essas substâncias originam moléculas orgânicas ricas em energia, que sustentam as atividades vitais das plantas e dos outros seres vivos, mas, nem sempre foi assim.

– Pai o que a planta come?

– Planta não com filho!

– E como ela cresce? Você sempre diz que se eu não comer eu não cresço…

– Bom ela tira tudo o que ela precisa do solo.

O que você acha da resposta do pai dada à dúvida do filho? No século XVII, Jan Baptista van Helmont (1579-1644), médico e fisiologista flamengo, por meio de um experimento, descobriu que as plantas tiram do solo apenas quantidades mínimas de substâncias minerais, que não correspondem ao aumento de massa durante o desenvolvimento do vegetal. Naquela ocasião, van Helmont atribuiu o crescimento das plantas principalmente à água que que elas absorvem do ambiente.

Na segunda metade do século XVIII, descobriu-se que, além da água, as plantas utilizam gás carbônico atmosférico como matéria prima para sintetizar as substâncias orgânicas necessárias ao seu desenvolvimento. A energia para isso vem da luz solar. Assim surgiu e se desenvolveu o conceito de fotossíntese, processo pelo qual certas bactérias, algas e plantas produzem substâncias orgânicas a partir de moléculas de água e de gás carbônico, liberando gás oxigênio como subproduto.

A fotossíntese é um método altamente eficaz de conversão de energia luminosa em energia química; esta, por sua vez, supre o metabolismo de praticamente todos os seres vivos do planeta.

 

No Comments Yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Calendário

novembro 2017
S M T W T F S
« Sep    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930